Notícias Falsas

guerra da informacao

Vivemos a guerra da informação,

Com sites de notícias falsas controlando a opinião pública e atuando em parceria estratégica com políticos corruptos, no Brasil, 12 milhões compartilham notícias falsas na web. E com potencial de atingir a população toda.

Para o professor da ECA-USP, Eugênio Bucci, o que impulsiona alguém a compartilhar fake news é a lógica do entretenimento. “A notícia falsa, quando corresponde a um preconceito profundamente enraizado, é fonte de grande prazer. O sujeito vê aquilo e fala ‘eu sabia’.”

Já passou da hora de combatermos este problema de forma organizada, tática e decentralizada, já que as grandes empresas de tecnologia não farão isso tão cedo – e muito menos o governo – que parece restringir cada vez mais a internet.

A mais simples forma de combate direto da população é denúncia (de perfis falsos que utilizam o discurso de ódio), análise de fontes, consulta das agências de checagem de notícias e debates dentro da nossa comunidade de Pensadores 99% (de gente de verdade, como você) sem filiacao com partidos pol.

HISTÓRICO DA GUERRA

invasao congresso junho 2013
Imagem: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

Desde de 2013, quando as movimentações sociais ganharam grandes proporções devido a repressão policial e do governo contra os estudantes, o “Gigante Acordou”. E foi neste momento histórico, de união da grande maioria que, as organizações criminosas, aproveitaram a onda de indignação da população e entraram com a inteligência política e de guerrilha online.

Já com o apoio da grande mídia, se travestiram de “povo” para controlar o pensamento das multidões a fim de ganhar apoio político em benefício próprio, e não da população.

  • Criaram “movimentos sociais”, financiando pessoas comuns que precisavam de dinheiro para lutar “contra a corrupção” de partidos políticos específicos.
  • Criaram perfis falsos no Facebook, para comentarem em notícias publicadas por eles mesmos, distribuirem likes, reações, compartilhar e aumentar a visibilidade ou destruir reputações.
  • Criaram páginas no Facebook para compartilhar o ódio e o preconceito contra grupos específicos da população.
  • Criaram sites de notícias falsas, para escreverem matérias que destruíssem oponentes dos políticos corruptos que os financiam. Por exe.: PSDB x PT e vice versa.

POPULAÇÃO.

Quando falamos de povo, falamos de todos. Homens, mulheres, jovens e idosos, de todas as classes sociais.

Porém, indiferente do poder financeiro, são poucos que fazem parte do “Castelo” onde moram os verdadeiros mandantes de todo este circo que vivemos hoje.

Nós queremos dar legitimidade para as notícias de uma forma organizada, apartidária e democrática, recuperando a integridade das informações, das pessoas para as pessoas.

somos 99 por cento celular
Foto: acervo web

OBJETIVO: VENCER A GUERRA

Leia mais no nosso primeiro post, com links e fontes úteis sobre o histórico da Guerra Digital no Brasil e a manipulação das massas, desde 2013.

AGÊNCIAS DE CHECAGEM DE NOTÍCIAS

Mundo:

Brasil:


COMO COLABORAR?

1 passo: DENUNCIE. Seja voluntário denunciando perfis fakes, vídeos, imagens, posts e sites de notícias falsas >>>> Grupo no Facebook do nosso “batalhão”.

2 passo: SE ENVOLVA. Enquanto perdemos tempo nos criticando, eles estão em minoria, mas muito bem organizados. Sugestões práticas, ideias e ações que fortaleçam a rede, são bem-vindas. 99brasil.org/voluntarios

3 passo: CONSTRUA. Ajude a construir o Ranking dos Sites Confiáveis, de forma colaborativa. Inclusive, uma Lista Negra dos sites existentes.

Nos acompanhe no Facebook: fb.me/somos99

Links e fontes de referência:
– Alerta: governo federal quer censurar a internet durante as eleições https://www.tecmundo.com.br/seguranca/122755-alerta-governo-federal-quer-censurar-internet-durante-eleicoes.htm
– Na web, 12 milhões difundem fake news políticas http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,na-web-12-milhoes-difundem-fake-news-politicas,70002004235

Facebook Comments